Dia Internacional da Mulher nas redes

Dia da mulher nas redes se divide entre convocação para manifestações, presentes e política

O dia internacional mulher se aproxima e a plataforma de monitoramento digital Torabit foi verificar o que estão falando sobre o 8 de março nas redes.

Primeira constatação: elas estão em maioria absoluta nos comentários e somam 73% das menções sobre o 8 de Março.

Um dado que já não parece tão óbvio é o de que, embora em sua maioria o sentimento sobre o tema nas redes seja de positividade, 4% das menções sobre a data são negativas. Há menções sobre o dia da mulher ter virado “dia da hipocrisia” ou “ser de esquerda” ou  “comunista”.

O Estado com mais menções sobre o tema é o do Rio de Janeiro, com 24%, seguido por São Paulo com 19% e Minas Gerais com 9%.

A maior parte das menções sobre o tema, 40%, dá conta de convocações para manifestações pelo Brasil previstas para o dia 8 de março com reivindicações sobre direitos das mulheres e contra o machismo e a misoginia. As manifestações se misturam com política também, o tema foi recorrente em 16% das menções dentro do universo do dia da mulher, principalmente com citações contra o presidente Jair Bolsonaro com hashtags tais como #elenão; #forabolsonaro; #elenãopodecontinuar; #bolsonaromentiroso.

Falando em política, 45 dos 513 deputados federais também usaram as redes para falar sobre o dia 8 de março. Destes, 33 convocaram seus seguidores para as manifestações. Dentre os 81 senadores, somente cinco falaram em suas redes sobre o dia da mulher, apenas três falaram sobre as manifestações. No Poder Executivo, apenas o perfil do ministério da saúde postou sobre o tema com conteúdo sobre a saúde da mulher.

O programa Big Brother foi citado em muitas menções pelo fato de o participante elimidado Guilherme fazer aniversário no Dia das Mulheres e ter seu nome ligado à discussão sobre relacionamento abusivo nas redes (referências ao namoro dele dentro na casa do BBB). Isso levou a hashtag #bbb20 ao ranking das mais publicadas.

As cientistas brasileiras Ester Cerdeira Sabino e Jaqueline Goes de Jesus, que fizeram o sequenciamento do genoma do coronavírus, foram citadas em muitas menções como exemplos de mulheres. A hashtag #mulheresnaciencia figurou entre as mais postadas.

16% das menções falam sobre presentes para o dia 8. Desses, 4% são de mulheres que não acham que o dia é para se ganhar algo material. No entanto, 65% desejam ser presenteadas e 31% tratam de campanhas e sorteios.

A violência contra a mulher foi citada em 6% dos posts, muitos deles lembram o assassinato da vereadora Marielle Franco, que completa em março dois anos. Sobre o assassinato da vereadora e de seu motorista, menções com a hashtag #14M estiveram entre as mais citadas convocando as pessoas para uma manifestação no dia 14 próximo.

Ainda sobre manifestações, a hashtag #18M também apareceu entre as mais citadas. As menções com #18M convocam para manifestações no dia 18 de março em favor da educação.

Para chegar a estes dados, a plataforma de monitoramento digital Torabit analisou uma amostra de 120 mil postagens nas principais redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram e YouTube), num período de 12 dias, sobre o que os internautas estão falando a respeito do Dia das Mulheres 2020.

Gostou? Curte e compartilha 😉

Serpentina nas redes

Alô, alô, marcas, jornalistas, creators, influencers e curiosos… Aí vai um resumão do Carnaval nas redes – até agora – analisado com a ajuda do Torabit. Foram nada menos do que 1.383.255 menções. Prepararem seus conteúdos, suas fantasias e o que mais der na telha. 😉

Os ansiosos pelo carnaval representam 58% das menções, já os que preferem viajar ou aproveitar o feriado para colocar as séries em dia ficaram com 42%, (oi, oi Netflix).

#GoldenHour

Se for postar, o melhor horário para programar as publicações e conversar com os entusiastas é entre as 19h e as 22h. 

Eu quero é botar meu bloco

na rua…

As menções sobre desejo de participar dos blocos de rua representam a maior parcela do conteúdo publicado.  

Hit

A música “Predadora” da Mc Loma é a aposta do carnaval entre os usuários. Destaque também para “Verdinha” da Ludmilla e “Amor de que” da Pabllo Vittar. As menções sobre desejo de participar dos blocos de rua representam a maior parcela do conteúdo publicado.  

Me namora…

A expectativa por novos crushs durante a folia também está em destaque nas menções pré-carnaval. Os usuários comentaram sobre planos de conseguir contatinhos, alguns até prepararam carimbo com nome e telefone para marcar as pessoas nos blocos. E no meio dos comentários sobre a paquera, também houve críticas aos que terminam os relacionamentos nas semanas que antecedem a festa.

Cabelo ok, marquinha ok, sobrancelha ok, a unha ‘tá ok

Destaque para as menções sobre as fantasias e maquiagens. No Twitter, os usuários compartilharam vídeos feitos no TikTok (será que será a rede desse Carná?) que mostram de um jeito rápido as transformações de maquiagem. As menções de tutoriais de maquiagem e customização de fantasias no YouTube também tiveram destaque nos compartilhamentos de menções deste universo.

Diferente dos outros anos, em que os usuários comentaram sobre fantasias temáticas esse ano o uso de Glitter é a sensação. Além das dicas de customização e maquiagem, ainda sobre o preparo para a folia, destaque para a recomendação de usar desodorante e escovar os dentes.

A expectativa é que São Paulo abrigue este ano o maior carnaval de rua do país, com estimativa de 12 milhões de participantes, mas quem está dominando as redes até agora são os cariocas. 

#BebidaDaVez

37% das menções sobre bebidas no carnaval foram sobre a cerveja Skol, seguido pela Skol Beats com 30% das publicações. Vale destacar que a Skol Beats lançou recentemente novas versões da bebida em parceria com a Anitta, gerando buzz sobre a marca.

Bebeu água? Em terceiro lugar  ficaram as menções sobre consumo de água durante a folia.

Corote (5%), Cachaça (4%), Coca-Cola 2%, Itaipava (1%) e Catuaba (1%) completam as marcas mais faladas. As demais marcas como Heineken, Antarctica, Brahma e Amstel não atingiram 1%.

Na Avenida

Zoom no errejota!

Beija-Flor foi a escola de samba mais citada no período. O samba enredo da escola foi destaque entre os comentários. A homenagem a Exú e a Pombagira, entidades da Umbanda e do Candomblé, agradou os usuários e fãs da escola.

Já na Mangueira, destaque para o compartilhamento de notícias sobre o samba enredo “A Verdade Vos Fará Livre“. Grupos religiosos  fizeram abaixo-assinado contra ao samba da escola, pois dizem ser uma blasfema contra Cristo.

Já sobre a Grande Rio, que ficou em terceiro lugar entre as mais citadas, as participações da Ex-BBB Elana e da Atriz Paolla Oliveira  foram os destaques entre os comentários. Paraíso do Tuiuti, Estácio de Sá, Unidos da Tijuca, Vila Isabel e União da ilha somaram 3% das menções.

Em Sampa…

Pérola Negra foi a escola paulista mais citada nas redes. As notícias sobre o alagamento no barracão da escola que resultou na perda de 40% das fantasias  gerou comoção entre os usuários.


Rosas de ouro apareceu em segundo com 13% das menções. Além das notícias sobre alagamento no barracão da escola de samba, destaque para as notícias sobre a nova musa da escola, a Ana Beatriz Godoi.

Já as menções sobre a Gaviões da Fiel foram sobre, principalmente, o último ensaio técnico e o compartilhamento das notícias sobre a participação da bateria da escola no bloco de carnaval da Sabrina Sato.

A campeã do ano passado teve apenas 11% das menções.

E pra quem não vai pra rua?

No bloco dos antifolias os comentários foram de retiro espiritual e ficar em casa vendo Netflix.

Monitoramento realizado de 04 a 14 de fevereiro de 2020. 

Gostou? Curte e compartilha 😉

Transmissões ao vivo fazem sucesso na Black Friday 2019

A plataforma de monitoramento digital Torabit monitorou e analisou aproximadamente 2 milhões de menções durante o mês de novembro sobre o universo da Black Friday.

As live streams foram as grandes novidades e os grandes destaques do evento em 2019.

O youtuber Felipe Neto comandou o Show da Black Friday, live patrocinada pelas lojas Americanas que durou cerca de 5 horas e foi transmitida em oito canais simultâneos no Youtube. Já o Magazine Luiza apostou na TV com a transmissão #BlackDasBlacks no canal Multishow. O programa alternou apresentações de artistas com divulgação de promoções da loja, tudo isso comandado pelo apresentador Luciano Huck.

A parceria entre Youtube, Americanas e Youtubers fez mais barulho nas redes, foi falada 3,5 vezes mais se comparada às menções nas redes sobre o evento do Magazine Luiza no Multishow.

A categoria Alimentos e Bebidas foi impulsionada, mais uma vez, pela disputa nas redes de fast food Mc Donalds e Burguer King, ambas com promoções especiais. No dia da ação, a única forma de pagamento das promoções (Mercado Pago) ficou fora do ar em algumas lanchonetes e gerou buzz negativo nas redes para as ações. 

O sentimento do evento foi em sua maioria neutro, 62%, carregado principalmente pelas piadas, contra 26% de menções positivas e 11% negativas. 

A categoria Black Fraude foi a quarta mais falada com reclamações de propagandas fakes. O destaque nessa categoria foi o vídeo que viralizou mostrando uma funcionária das Lojas Renner alterando o preço da promoção pelo valor que já estava na peça.

Destaque inusitado da Black Friday, que bombou nas redes, foi a campanha do time Vasco para aquisição de novos sócios torcedores, o time saiu dos 35 mil e chegou à sua meta de 100 mil sócios.

62% das menções sobre Black Friday foram feitas pelo público feminino e 38% pelo masculino. 

Sobre os horários das menções, a maioria das interações foram feitas principalmente ao meio dia, horário referente às promoções voltadas para alimentação e entre 21h e 22h, horário em que as transmissões ao vivo começaram na quinta-feira pré-evento.

As menções vindas do Rio foram responsáveis por 33% (graças em grande parte à promoção do Vasco), seguidas de 17% em SP, 9% Minas, 5%Rio Grande do Sul, 4,5% DF e 4,5% Paraná, 4% ES e SC, 3% PE, 2% GO e 14% de outros estados.

Trending Topics: o termo Black Friday começou a entrar em nos assuntos mais comentados do Twitter no dia 20 de novembro, foram 933 vezes até o dia do evento.

Nuvem de hashtags em torno do universo Black Friday 2019

Em 2019, assim como 2018, a categoria “piada”, que é composta por memes e diversas brincadeiras com o evento ficou em primeiro lugar na divisão por menções.
Dois exemplos que não pararam de ser compartilhados, apesar dos erros de concordância:

“Cadê a black friday de 6 terapia por 15 reais”

“Os professores podia fazer Black Friday, tira 5 ganha 10”

Abaixo a divisão completa por categoria:

Piadas43%
Alimentos e Bebidas11%
Transmissão ao Ao Vivo10%
Black Fraude6%
Esporte e Lazer5%
Tatuagem e Piercing4%
Sem dinheiro4%
Beleza e Saúde4%
Moda3%
Telefonia2%
Livros2%
Instituições Financeiras1%
Reclamação das ações1%
Eletrônicos1%
Viagens1%
Games1%
Desejo de Consumo1%

Abaixo, a divisão completa por marcas:
No pódio das marcas mais faladas, as campeãs foram Mc Donald’s e Burger King, tecnicamente empatados com 13% das menções, seguidas por Americanas e Nike, ambas com 10% das menções. 

A marca Nike entrou entre as mais faladas devido a uma postagem de usuário fomentado o desejo de promoção da marca no evento Black Friday e que foi compartilhada milhares de vezes: “Burger King e McDonald’s “brigando” na black friday e eu esperando a nike entrar na brincadeira”

Mc Donald’s13%
Burger King13%
americanas.com10%
Nike10%
Vasco7%
Magazine Luiza6%
Renner3%
Apple3%
Flamengo3%
Nubank2%
Amazon.com1%
Mercado Pago1%
Submarino1%
Vivo1%
Samsung1%
Gostou? Curte e compartilha 😉

Um zoom nos deputados em agosto de 2019

Primeira e única plataforma no mercado a capturar, analisar e classificar tudo o que as principais esferas do Governo Federal e do Congresso Nacional falam nas redes sociais. 

Pensada para fornecer informações estratégicas para o mercado financeiro, jornalistas, veículos de mídia e empresas que trabalham com o universo político brasileiro.
Para mais informações mande um e-mail para gente: contato@torabit.com

Gostou? Curte e compartilha 😉

Você cuida de um monitoramento? Então você precisa ler isso!

Por que é importante classificar as menções coletadas em uma busca?

Ao criar um monitoramento, além de pensar nas palavras-chave e nos canais que você irá monitorar, é importante que se leve em conta também o como o conteúdo será classificado, pois é com essa classificação que você conseguirá gerar insights e análises.

Exemplo: monitoramento de uma marca

Nesse exemplo vamos utilizar o monitoramento da marca SESC. Cadastramos os canais oficiais em cada uma das redes, por exemplo, @SESC no Twitter, e também a palavra-chave SESC, ou seja, tudo o que falarem sobre SESC espontaneamente nas redes sociais, ou seja, assim que mencionarem o seu @, este dado será coletado.

No caso do SESC, optamos no sentido de taguear as unidades e a programação mencionadas pelos usuários, além do tipo de cada interação realizada em cada unidade. Desta forma, definimos a classificação no Torabit da seguinte forma:

Tipos: 

  • Elogio
  • Dúvida
  • Reclamação
  • Desejo de Participar

Assuntos:
Aqui colocamos todas as unidades da grande São Paulo e também as categorias de programação. Abaixo, alguns exemplos.

  • SESC 24 de maio
  • SESC Av. Paulista
  • SESC Itaquera
  • Música
  • Teatro
  • Dança

No Torabit temos também a opção de criar regras para taguear as menções de forma automática. Essa classificação é feita por combinação de termos. Por exemplo, um usuário comentou  “estou pensando em ir num show lá no sesc itaquera ”, a ferramenta irá taguear automaticamente essa menção como tipo Desejo de participar e assuntos SESC Itaquera e Música.

Quanto mais classificar, mais informações o usuário terá para gerar relatórios. Abaixo, alguns exemplos de gráficos e insights que podemos tirar com o monitoramento de redes sociais 😊

No monitoramento sobre o SESC, podemos observar que 69% das interações s~ao sobre sobre o desejo de participar de alguma atividade. As menções negativas nessa categoria referem-se a reclamações sobre dificuldade em conseguir ingressos.
As programações musical e teatral foram as mais citadas no período analisado. Usuários seguem elogiando a curadoria do SESC. Entre as unidades, o SESC Pompéia e o da Av. Paulista são mais mais comentadas nas redes sociais.

Nesse gráfico, que cruza as classificações, podemos observar que a programação musical é a mais citada quando usuários falam em querer frequentar. A programação de artes visuais também foi muito elogiada.

Ficou com alguma dúvida ou quer conhecer melhor o Torabit ? Converse com a gente contato@torabit.com 😊

Gostou? Curte e compartilha 😉

Manifestações populares nas redes

O estudo abaixo, com o comparativo dos três grandes dias de manifestações do mês de maio (15, 26 e 30), foi publicado com exclusividade pelo UOL:

Segundo dia de manifestações contra os cortes na educação tem repercussão menor nas redes

As manifestação contra os cortes na educação realizadas nesta quinta-feira (30) tiveram repercussão menor nas redes do que os atos realizados no último dia 15, com a mesma pauta, conforme capturou, filtrou e analisou o Torabit nas principais redes sociais.

Durante o dia 30, foram mais de 259 mil menções capturadas, contra mais de 511 mil comentários no dia 15. A fala de Bolsonaro do dia 15, chamando os alunos de “idiotas úteis” e a falta de atenção do presidente ao assunto no dia 30 refletem a quantidade anterior (dia 15) e a queda de repercussão nas redes.

Quando comparados aos atos pelas reformas e em apoio ao governo do último dia 26, as manifestações do dia 30 também tiveram menor quantidade de menções. Foram 297 mil comentários no último domingo, contra 259 mil no dia 30.

Assuntos mais falados

No Twitter, o assunto tem dominado os Trending Topics ao longo do dia. A hashtag #30MpelaEducacao está em primeiro lugar desde as 10h, tendo aparecido, até o momento, 124 vezes entre os assuntos mais falados da rede.

Durante a manhã, a tag contrária às manifestações, #Dia30EuVouTrabalhar, chegou a aparecer em primeiro lugar nos Trendings, entre as 6h e as 9h, tendo depois caído, mas permanecido entre os assuntos do Brasil mais falados até as 16h

Gráficos

Apoio em 30 maio – contra os cortes na educação

Nas manifestações do dia 30, a taxa de apoio nas menções analisadas foi de 82,3%.

Apoio em 26 de maio – a favor das reformas

Nas manifestações do dia 26, a taxa de apoio nas menções analisadas foi de 89,1%.

Apoio em 15 de maio – contra os cortes na educação

Nas manifestações do dia 15, a taxa de apoio nas menções analisadas foi de 96%.

As três manifestações conquistaram, majoritariamente, menções de apoio, reforçando as bolhas em que os dois grupos têm se dividido nas redes – uma contrária e outra a favor do governo.

Ainda assim, nesta última manifestação, do dia 30, a margem de apoio foi a menor das três manifestações, enquanto a do dia 15 foi a maior, o que mostra uma tentativa dos grupos opostos em disputar espaço e contrapor aqueles que estão se manifestando, pelo menos nas redes.

Assuntos mais citados dia 30 – contra os cortes na educação

Nas últimas manifestações, realizadas na quinta-feira (30), os assuntos mais citados entre aqueles que defenderam os atos ficaram as críticas ao presidente Bolsonaro, o tamanho das manifestações, sempre buscando comparações com as manifestações do dia 26, e as críticas ao Ministro da Educação, Abraham Weintraub, principalmente por conta do vídeo em que ele afirma que professores estariam coagindo alunos para participar dos atos.

Já aqueles que criticaram os atos falaram principalmente que as manifestações seriam ideológicas, e não pela educação, e que os manifestantes não trabalham ou estudam, pelo fato dos protestos ocorrem em dia de semana, com a hashtag #dia30euvoutrabalhar.

Assuntos mais citados dia 26 – a favor das reformas

Nas manifestações do dia 30, quem se posicionou a favor dos atos falou principalmente de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, além de exaltar o tamanho das manifestações e citar as duas principais pautas dos protestos: Reforma da Previdência e o Pacote Anticrime. Já entre aqueles que se posicionaram contrários aos atos os assuntos mais citados foram as críticas ao presidente, e o tamanho das manifestações, sempre comparando com os atos dos dia 15.

Assuntos mais citados no dia 15 – contra os cortes na educação

O assunto mais citado entre quem defendeu os protestos pela educação foi o de críticas ao Bolsonaro, seguido pelos cortes do governo na pasta e a entrevista do presidente, em que chamou os manifestantes de “idiotas úteis”. Já entre os contrários à realização dos atos, os principais argumentos foram no sentido de que as manifestações foram ideológicas (de esquerda)  e citações à hashtag #LulaLivre.

Gênero

Enquanto que nas manifestações do dia 15 a maior parte das menções foi de mulheres, com 58%, nas outras duas grandes manifestações, nos dias 26 e 30, a maior parte dos comentários foram realizados por homens, com 63% e 55%, respectivamente.

Por Estado

30 maio – contra os cortes na educação

Considerando apenas o dia 30, São Paulo e Rio de Janeiro foram os dois estados com a maior quantidade, somando 22,9% e 18,4% do total de comentários, respectivamente.

26 de maio – a favor das reformas

Assim como no dia 30, no dia 26 a discussão também foi maior em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os paulistas ficaram com 25,6% das menções, enquanto os fluminenses tiveram 18,9% do total.

15 de maio – contra os cortes na educação

Rio de Janeiro e São Paulo também foram os estados com mais menções no dia 15, só que com posições invertidas em relação aos dias 26 e 30. O Rio ficou com 21,9% das menções, enquanto que São Paulo obteve 20,7%.

Principais influenciadores

Contra os cortes na educação – dia 30 de maio

O perfil com mais interações sobre os atos do dia 30, contra os cortes na educação, foi o da Mídia Ninja, que realizou um total de 182 posts apenas no Twitter, no dia das manifestações.

Além disso, outros perfis famosos da esquerda tiveram bastante destaque, como Guilherme Boulos, Sâmia Bomfim, Marcelo Freixo, Paulo Pimenta, Manuela D’ávila, Jornalistas Livres, Quebrando o Tabu, entre outros.

Pelo lado da direita, criticando os atos, os perfis com maior destaque foram o da Caneta Desesquerdizadora e do cantor Roger Moreira.

A favor das Reformas – dia 26 de maio

Entre os principais influenciadores dos atos a favor das reformas, e pró governo, considerando apenas o dia 26, destacaram-se vários perfis já conhecidos na direita.

Smith Hays foi o perfil com mais interações no dia 26, tendo feito um total de 61 postagens apenas no Twitter. Outros perfis que se destacaram foram: Conexão Política, Leandro Ruschel, Carla Zambelli, Movimento Brasil Conservador, Ana Paula Henkel, Bernardo Küster e Luciano Hang, entre outros.

Vale destacar que alguns perfis críticos aos atos também apareceram no levantamento, conseguindo um grande número de interações, como o Youtuber Felipe Neto e Elika Takimoto.

Contra os cortes na educação – dia 15 de maio

Por outro lado, nas manifestações contra os cortes na educação, considerando apenas o dia 15, a maior parte dos principais influenciadores foi de perfis mais ligados ao campo progressista.

A deputada federal Sâmia Bomfim foi o perfil que conseguiu um maior número de interações favoráveis ao ato. Além dela, outros perfis que se destacaram foram: Mídia Ninja, Guilherme Boulos, Quebrando o Tabu, Marcelo Freixo, Felipe Castanhari, Manuela d’Ávila e Marina Silva, entre outros.

Ainda assim, alguns perfis de direita conseguiram destaque, com um número grande de interações no dia, como foram os casos do Deputado Federal Carlos Jordy e do Vereador de São Paulo Fernando Holiday.

Nuvens de Termos

As nuvens mostra a frequência dos termos em cada universo pesquisado, o tamanho de cada termo é proporcional a sua frequência.

Contra os cortes na educação – dia 30 de maio

A favor das Reformas – dia 26 de maio

Contra os cortes da educação – 16 de maio

Gostou? Curte e compartilha 😉

Torabit & Instagram ;)

Em maio iniciamos as novas funcionalidades do Torabit para o Instagram. Agora temos o desempenho dos stories e também o monitoramento das marcações em publicações! o/

No monitoramento

Agora você conseguirá monitorar não só os comentários e publicações da sua marca no Instagram, como também as marcações feitas e os comentários ligados a elas.

Exemplo: Ao cadastrar o perfil da marca, o Torabit irá coletar:

  • As publicações e comentários do perfil da sua marca
  • As marcações que os usuários fizerem da sua marca no Instagram
  • Os comentários que os usuários fizerem no post em que sua marca foi marcada

Instagram Stories

No Torabit você tem dois tipos de visualizações dos resultados dos stories do Instagram. Entregamos não só o desempenho dos stories, com total de repercussão, como também o ranking que mostra os melhores stories da sua marca.

Desempenho de perfis

Ranking de postagens

Lembrando que os dados apresentados são das marcas administradas, ou seja, que possuem o token ativo no Torabit 🙂

Gostou? Curte e compartilha 😉

Vingadores e a guerra contra os spoilers

O Torabit monitorou a expectativa para a estréia do Vingadores: Ultimato e a maior preocupação do público é com os spoiler. Então já sabe, #VingadoresSemSpoiler

Veja reportagem completa do GloboNews abaixo:

Não queremos SPOILERS!: A expectativa para a estreia de “Vingadores: Ultimato” nas redes

A expectativa pela estreia do último filme da saga dos Vingadores está enorme, movimentando muito as redes nos últimos dias. O Torabit monitorou toda essa repercussão, desde segunda-feira (22), capturando 245.470 menções até a manhã desta quinta-feira (25).

O termo “vingadores” figurou 295 vezes nos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil, durante os dias analisados. A hashtag #VingadoresSemSpoilers, foi aplicada em 83 dessas aparições (28,2% do total), o que mostra a importância do tema no levantamento.

Os internautas de Campinas, Fortaleza, Manaus e Rio são os campeões em recusar qualquer oferta de acesso a informações prévias sobre o conteúdo detalhado do filme.  Esses aficionados levaram a hashtag 11 vezes aos assuntos mais falados no Twitter.

Veja a seguir outros destaques relevantes apontados pelo levantamento.

Nuvem dos termos mais citados

A nuvem dos termos mais citados indica dois aspectos importantes do monitoramento: a enorme expectativa pela estreia do filme, em termos como “ver”, “assistir” e “estreia”; e a repercussão dos spoilers, com variações do termo e na hashtag #vingadoressemspoilers.

Por tipo de menção

Analisando os tipos de cada uma das menções capturadas, spoiler é realmente o grande destaque do monitoramento, presente em 47,5% das menções, na maior parte delas com pessoas reclamando de vazamentos e informações importantes do filme que eram divulgadas. A seguir, aparecem os comentários que demonstram a expectativa pela estreia do filme, com 38,3% do total. A busca por ingressos (5,9%), resenhas (5,4%), notícias (2%) e críticas positivas e negativas (0,9%) completam os tipos de menções.

Entre os personagens da história, o vilão Thanos foi o grande destaque, citado em 34,7% do total de menções.

Entre os heróis da Marvel, os que mais receberam atenção do público foram: Thor (13,5%), Homem de Ferro (9,7%%), Capitão América (8,7%) e Capitã Marvel (6,2%).

Personagens

Thanos

Thanos é o vilão do filme, considerado uma grande ameaça ao universo. As menções relacionadas a ele são, em sua maioria, piadas e memes sobre como poderia ser derrotado. Entre as piadas, a associação do filme a temáticas políticas e esportivas é a mais recorrente.

Exemplos de comentários sobre Thanos

Thor

Thor foi um dos pontos de foco no filme “Vingadores: Guerra Infinita” ao conduzir uma jornada para encontrar uma arma capaz de matar Thanos e, por isso, a expectativa em relação ao seu personagem é grande.

Exemplos de comentários sobre Thor

Homem de Ferro

É um dos mais queridos e foi o que apresentou maior volume de menções sobre spoilers. Usuários utilizaram o Twitter para divulgar o destino do Homem de Ferro no filme.

Exemplos de comentários sobre Homem de Ferro

Capitão América

O personagem interpretado por Chris Evans é outro preferido dos fãs. Usuários comentaram sobre os filmes anteriores e mostraram ansiedade em saber como seria a atuação no Vingadores: Ultimato.  

Exemplos de comentários sobre Capitão América

Capitã Marvel

Os comentários sobre a personagem mostram grande expectativa em relação a sua atuação no filme. Capitã Marvel também recebeu muitos memes, isso porque a atriz que interpreta a personagem, Brie Larson, é super ativista em suas redes sociais.

Exemplos de comentários sobre Capitã Marvel

Ao cruzarmos os principais Tipos e Assuntos do monitoramento, podemos perceber que ao se referir a spoiler, o assunto mais citado é Thanos, seguido por memes. Thanos também tem grande destaque em posts sobre a busca por ingressos, enquanto os memes se destacam nos comentários relacionados a expectativa pela estreia. Já nas resenhas, Thor aparece à frente principalmente por conta de um post específico do site Omelete, compartilhado várias vezes, em que o personagem era citado na análise.

Neste gráfico, fica claro como o vilão Thanos foi o principal personagem, com grande destaque para a quarta-feira. No dia anterior à estreia oficial do filme, os memes também tiveram um crescimento considerável, entre os assuntos analisados.

Menções por Estado

O Rio de Janeiro é o estado com o maior número de menções, somando 27,9% do total de menções. Na sequência aparecem São Paulo e Minas Gerais, com 20,4% e 8,1% respectivamente.

Para o Rio de Janeiro, vale destacar o perfil groot tuiteiro (@brtng44), que se descreve como “um ser artificial criado para retuitar tweets com a palavra “vingadores” pois também sou um vingador”. O perfil postou um total de 7.326 tweets no período.

Vingadores: Ultimato conseguiu atrair atenção tanto de homens, quanto de mulheres!

Homens e mulheres estão praticamente empatados no que se refere ao interesse no novo filme dos Vingadores. Eles ficaram com 51% das menções, enquanto elas somaram 49%.

Exemplos de comentários

Grafo de conexões

O grafo de conexões, no qual cada ponto é uma pessoa que falou sobre o assunto nas redes, mostra como a discussão sobre o tema é bem difusa nas redes, sem uma grande interação entre os usuários. Significa que muita gente está falando sobre o filme, emitindo suas opiniões, expressando sua expectativa, mas sem um grande influenciador que gere muitas conexões nessa conversa.

Gostou? Curte e compartilha 😉

Como monitorar grandes eventos

Saber o que falam sobre o seu evento é importante para avaliar não só a audiência e a imagem, como também para resolver problemas e evitar crises em tempo real.

Em eventos de grande porte, o trabalho de planejamento e execução do monitoramento das redes sociais deve começar com uma boa antecedência, para se obter os resultados esperados. Confira abaixo o nosso e-book sobre o monitoramento de grandes eventos 🙂

Gostou? Curte e compartilha 😉

A gente encontra o que você precisa.

Contrate já!