Wrap up Rock In Rio nas redes sociais

– Foram aproximadamente 2,5 milhões de menções analisadas, entre os dias 27 de setembro e 7 de outubro de 2019.

– Drake foi a atração mais citada, aparecendo em 22% das menções. Isso ocorreu principalmente pelo veto do cantor à transmissão ao vivo na televisão, o que gerou muitas reclamações nas redes.

–  Por não poder transmitir o show do Drake, o Multishow transmitiu a apresentação da cantora Rihanna realizada na edição do ano passado do festival. Assim, a cantora, que também já teve um relacionamento com o rapper, apareceu com grande destaque nas redes, estando entre os principais termos da nuvem de palavras.

– Anitta também teve bastante destaque, aparecendo em 19% das menções, o que fez dela a segunda atração mais citada do festival. 

– Entre os patrocinadores, o maior destaque ficou com o Itaú, que apareceu em quase 60% das menções que citaram algum parceiro do festival. Para efeito de comparação, o segundo patrocinador mais citado foi a Coca-Cola, que apareceu em cerca de 9% das menções.

– Já entre os parceiros de mídia, o grande destaque foi o Multishow, que transmitiu ao vivo as principais atrações do festival, aparecendo em mais de 87% das menções que citaram algum veículo. 

– No período analisado, o termo “Rock in Rio” e as principais hashtags relacionadas ao seu universo apareceram um total de 1.166 vezes entre os assuntos mais falados do Twitter. Destas, 14 vezes foram no mundo, e 29 vezes no Brasil. 


– Já no Google Trends, o festival apareceu 45 vezes entre os termos mais buscados, no mesmo período. 

– As mulheres falaram mais que os homens sobre o festival nas redes. Elas foram responsáveis por 58% das menções analisadas. 

Gostou? Curte e compartilha 😉

Drake e Rihanna dominam o Rock in Rio nas redes

  • Foram mais de 1 milhão e duzentas mil menções analisadas sobre o festival, entre os dias 27 e 30 setembro.
  • Drake foi disparado a atração mais citada, em mais de 42% das menções. Isso ocorreu principalmente pelo veto do cantor à transmissão ao vivo na televisão, o que gerou muitas reclamações nas redes.
  • Por não poder transmitir o show do Drake, o Multishow transmitiu a apresentação da cantora Rihanna realizada na edição do ano passado do festival. Assim, a cantora, que também já teve um relacionamento com o rapper, apareceu com grande destaque nas redes, estando entre os principais termos da nuvem de palavras.
  •  As apresentações de Iza e Alcione, com 11,1%, e Jessie J, com 9,7%, também tiveram destaque.
  • Entre os patrocinadores, o maior destaque ficou com o Itaú, que apareceu em mais de 60% das menções que citaram algum parceiro do festival.
  • As mulheres falaram mais que os homens sobre o Rock in Rio, neste primeiro fim de semana. Elas foram responsáveis por 60,4% das menções. 
  • Semana que vem tem mais, relatório completo! 😉
Gostou? Curte e compartilha 😉

O governo, o congresso e nosso meio ambiente nas redes sociais

Foram analisados os posts nas redes sociais sobre o assunto “meio ambiente” publicados até o dia 22 de agosto pelos 513 deputados, 81 senadores, além dos 35 perfis do poder executivo que contemplam os ministros, secretários de primeiro escalão, o presidente e seu vice e também os perfis oficiais de cada ministério. Dos 69.514 posts que estas bases fizeram em suas redes, apenas 5% falavam sobre o universo do meio ambiente. Abaixo, um zoom em cada área.

Gostou? Curte e compartilha 😉

Como usar o monitoramento em redes sociais para estudos em profundidade

O novo e-book Torabit passa por todas as etapas de montagem e análise de um monitoramento para estudos em profundidade nas redes sociais. O e-book mostra ainda um exemplo de estudo com o tema do autismo.

Gostou? Curte e compartilha 😉

Chegou o Datatora Política

Primeira e única plataforma no mercado a capturar, analisar e classificar tudo o que as principais esferas do Governo Federal e do Congresso Nacional falam nas redes sociais. O usuário investe R$ 980 por mês (no plano anual) e tem tudo ali, em tempo real, classificado e sentimentalizado. Mais fácil e rápido impossível! Pensada para fornecer informações estratégicas para o mercado financeiro, jornalistas, veículos de mídia e empresas que trabalham com o universo político brasileiro.
Para mais informações mande um e-mail para gente: contato@torabit.com

Gostou? Curte e compartilha 😉

A maconha é pop

Mais um estudo realizado pelo pessoal do Comunica Que Muda, iniciativa digital da agência de publicidade nova/sb. O estudo foi feito por meio do Torabit.

Do: http://www.comunicaquemuda.com.br/a-maconha-e-pop/

Publicado em 25/05/2018:

A maconha é pop

Estudo realizado pelo Comunica Que Muda (CQM), iniciativa digital da agência de publicidade nova/sb, mostra que na internet a maconha é popular, defendida mais pelas mulheres (73,8%) e o assunto “pega fogo” no Rio de Janeiro (34%), seguido por São Paulo (18,5%). Entre os dias 12 de março e 8 de abril foram analisadas 555.280 menções nas rede.

Desses comentários, 72% são favoráveis, 14% contra e 14% neutros. O tema é compartilhado por 59,6%, embora poucas pessoas comentem sobre suas próprias experiências. Dos que falam sobre maconha nas redes, mais de ¼ assumem publicamente que usam a erva de forma recreativa (28,1%). As mulheres escrevem mais o tema do que os homens: 56% contra 44%. Entre elas, 73,8% são a favor. Já entre eles são favoráveis 63,9%.

Apesar da grande discussão nas redes, a cannabis ainda é tratada de forma superficial. Existe pouca discussão sobre guerra às drogas, descriminalização e uso medicinal. Do total de menções sobre a erva, apenas 4,5% falam da batalha contra entorpecentes. Desses, 65% são contrários à forma como se combate às drogas, 29% são a favor e 6% neutros. Com relação à legalização, 84,6% são a favor, 14% contrários e 4,1% neutros

Nas postagens, 98,6% comentam sobre o uso recreativo e somente 1,4% sobre a utilização medicinal. Desses, 91,7% apóiam a maconha medicinal, 8,3% são neutros e ninguém é contrário.


Veja aqui o estudo completo.

 

Gostou? Curte e compartilha 😉

Torabit cria página para medir interesse sobre eleições na internet e o desempenho de pré-candidatos

São Paulo, 5 de março de 2018 –

Eleitores, imprensa e pré-candidatos à Presidência da República têm, a partir de hoje, um porto seguro na internet para avaliar o interesse do público pelas eleições e comparar a presença digital dos concorrentes. A página Torabit nas Eleições 2018 passa a publicar uma série de informações relevantes no ecossistema eleitoral.

Quais assuntos e palavras aparecem em torno do universo das eleições? Em quais Estados se posta? Quanto se posta por gênero, por exemplo? Quantos seguidores têm cada candidato em cada rede? Quantas postagens cada um faz por dia? Qual o resultado (em termos de curtidas, comentários e compartilhamentos) de cada pré-candidato? Qual a taxa de engajamento de cada pré-candidato com seu público?

O resultado do primeiro monitoramento mostra que Jair Bolsonaro tem a maior quantidade de fãs no Facebook: 5,2 milhões. Lula vem em segundo, com 3,1 milhões. Mostra também que, entre os pré-candidatos com mais de 500 mil seguidores no
Facebook, foi Álvaro Dias quem mais produziu posts (92 nos últimos sete dias), mas quem mais teve curtidas foi Jair Bolsonaro (mais de 423 mil), também aqui seguido por Lula, com quase 120 mil curtidas. A maior taxa de engajamento, que mede a quantidade de ações (curtidas, comentários e compartilhamentos) produzidas pelos usuários, ficou com Álvaro Dias (8,74% na média diária) contra 4,54% de Bolsonaro e 3,66% de Lula. O exame da página vai mostrar dezenas de outras informações relevantes. No Twitter, a campeã de seguidores é Marina Silva, com 1,8 milhão. Quem mais postou também foi Álvaro Dias, publicando 213 posts no período (últimos sete dias). Quem teve mais retuítes foi Bolsonaro (17.397) e quem liderou a taxa de engajamento foi Bolsonaro, com média diária de 3,66%.

As redes escolhidas para participar do monitoramento foram Facebook, Twitter, Instagram e YouTube – as quatro principais em termos de audiência e presença. Atualizada diariamente, a página vai mostrar o que aconteceu no último dia  e
também nos últimos sete dias. O usuário pode escolher ver o desempenho dos pré-candidatos – todos que tiverem mais de 500 mil fãs no Facebook – ou o resultado do monitoramento daquilo do que se fala na rede sobre possíveis candidatos ou sobre
eleições.

Os gráficos, posts e as informações publicadas pela página do Torabit darão plena conta do interesse dos usuários das redes sociais pelas eleições de 2018. Tudo isso, no entanto, é um “aperitivo” das milhares de informações coletadas e trabalhadas pela plataforma Torabit.

Muito mais do que uma simples ferramenta de monitoramento, o Torabit – junção de “tora” (força) com “bit” (unidade mínima de informação digital) – desenvolveu uma plataforma de inteligência e análise que ajuda clientes na definição de estratégias de
mercado, conteúdo e influência online e off-line.

Criado no Brasil, o Torabit utiliza técnicas de vanguarda para capturar e processar informações de grandes fontes de dados de forma rápida e escalável, concentrando em um só lugar as alavancas necessárias para amplificar a presença digital por meio de
análises automáticas de sentimento, clustering, comparação de perfis, interpretação de textos e construção de rankings. No caso, ideal também para qualquer candidato a cargo eletivo. Mais informações em www.eleicoes.torabit.com.br

Gostou? Curte e compartilha 😉

Ziriguidum nas redes sociais

Atenção, marcas: ainda dá tempo de produzir conteúdo dos bons pro Carnaval.

Atenção, jornalistas: ainda dá tempo de escrever conteúdo dos bons pro Carnaval.

Atenção, todo mundo: se liga no que tá rolando na internet sobre o Carnaval.

Pegamos os 15 dias de pré-Carnaval (de 21 de janeiro a 4 de fevereiro) e analisamos 2.479.106 posts sobre o ziriguidum na internet. A mulheres dominaram os comentários, com 60% dos posts produzidos; os cariocas foram responsáveis por 44%  das menções, seguidos de longe pelos paulistas, com 13%.

Horários bons para postar sobre o Carnaval: 1º: entre 22h e 00h, 2º: entre 12h e 15h e 3º: entre 20h e 21h.

A fantasia mais comentada nas redes foi a do tema queridinho da internet: Unicórnio, seguido pela fantasia de Sereia. O seriado da Netflix “La casa de papel” foi mencionado também como inspiração para fantasias dos foliões. Ainda sobre adereços, os usuários deram dicas para economizar e fazer a própria fantasia em casa.

Dicas de #makeup nunca são demais. Só precisam ser boas – e elas se perpetuarão nas redes.

No bloco dos brilhos, 2018 trouxe o debate sobre o uso do glitter no Carnaval. O incentivo para que homens também aderissem ao brilho nos blocos e a discussão sobre o uso sustentável das partículas brilhantes de plástico bombaram nas redes e valem pauta. 😉

Seguindo o espírito dos novos tempos, as campanhas de marcas contra o assédio no Carnaval não têm erro. Fazem com que sua marca seja compartilhada pelo lado bom da força. Comunicar da melhor forma é ser útil para a comunidade. Sua marca ganha, e a gente também.

Água é a bebida mais falada pelos foliões até agora. Vem seguida pela cerveja. Hidratem-se!

Skol e Coca Cola são as marcas mais faladas nas menções sobre Carnaval.

Claudia Leitte e Pitbull são os artistas mais falados nos posts.

E as escolas de samba mais faladas nas redes são, por ordem:

RIO: Mangueira>Salgueiro>Beija Flor>Grande Rio>Portela.

SP: Gaviões>Mancha>Acadêmicos do Tatuapé>Rosas de Ouro>Acadêmicos do Tucuruvi.

Cadê o viral? O grafo de conexões abaixo mostra o quão periférica está a discussão nas redes sobre o tema Carnaval. As pessoas estão falando sobre suas experiências, comentando ou compartilhando notícias, mas não foi visto ainda nenhum tema que bombou de um lado para o outro, que viralizou.

Resumindo em nuvens:

nuvem geral

nuvem sobre sexo no carnaval

nuvem em torno de fantasia

nuvem em torno de beber/bebidas

nuvem em torno de blocos

nuvem em torno de desfile

nuvem em torno de música

 

 

 

 

 

 

Gostou? Curte e compartilha 😉

A gente encontra o que você precisa.

Contrate já!