fevereiro 10, 2020 torabit

Torcida, contra e a favor do Brasil, marcou o Oscar 2020 nas redes

1,6 milhão de menções de postagens brasileiras nas redes sociais sobre o universo do Oscar 2020 foram analisadas pela plataforma Torabit. As capturas de mensagens começaram em 13 de janeiro, dia da divulgação dos indicados e foram acompanhadas até o amanhecer de 10 de fevereiro, um dia após o anúncio dos vencedores.

O resultado mostra que, na análise geral, as redes acertaram o resultado de 18 das 24 categorias. As apostas dos usuários foram computadas antes da entrega das estatuetas em Los Angeles.

O sentimento de brasilidade falou mais alto em duas categorias e fez com que a torcida nas redes “errasse” em relação à escolha da Academia. Primeiro, a animação “Klaus”, que contou com o ilustrador brasileiro Gabriel Soares de Manaus, foi a queridinha dos usuários, mas perdeu a estatueta. Segundo, o documentário Democracia em Vertigem, de Petra Costa, contava com uma enorme expectativa das redes não confirmada pelos votos da Academia.

Votos das redes versus os votos da Academia:

Na categoria melhor filme, as redes torciam para “Parasita” (29% de votos nas redes) e o filme foi o vencedor.

Como melhor montagem, as redes apostavam em “Coringa” (38%), mas quem ganhou foi “Ford vs Ferrari” (11%).

A melhor trilha sonora original teve a torcida das redes para “Coringa” (64%), e os usuários acertaram.

Como melhor fotografia, as menções nas redes acertaram mais uma vez. 39% queriam “1917”, voto seguido pelo Oscar.

Para melhor atriz, as redes torciam para Cynthia Erivo, 37%, mas quem levou a estatueta foi Renné Zellweger.

Para melhor ator, 53.5% dos usuários apostaram e ganharam fácil! Joaquin Phoenix com seu Coringa foi o grande vencedor.

Em melhor filme internacional, “Dor e Glória”, seria o vencedor para 71% dos usuários, mas “Parasita” ganhou tudo!

A melhor atriz coadjuvante para as redes foi Laura Dern com 33%, torcida essa que se confirmou com a estatueta para a atriz.

Maquiagem e Figurino foi mais um acerto das redes sociais, “O Escândalo”, com 26% era o preferido das redes e foi o do Oscar também.

Ator coadjuvante e Brad Pitt foi a dobradinha escolhida pelas redes, 53%, e pelo Oscar.

Para 33% das redes, o coreano Bong Joon-Ho deveria ganhar como melhor diretor e foi feita a vontade da massa.

Na categoria roteiro adaptado, Coringa deveria ser o campeão para 50% dos usuários das redes. Jojo Rabbit ganhou.

Em roteiro original, 81% das menções nas redes dava como certa a vitória de Parasita. E isso foi confirmado.

83% torciam para a animação Klaus, cujo projeto contava com um ilustrador brasileiro, mas Toy Story 4 levou a estatueta.

54% cravaram “Adoráveis Mulheres” como filme com melhor figurino. Acertaram.

A categoria de efeitos visuais contava com a torcida de 38% dos usuários das redes para “1917”. Venceram.

“Democracia em Vertigem”, não foi só a escolha da torcida de 90% das menções nas redes na categoria Documentário mas também foi um dos principais temas em torno das menções no geral em torno do evento. A categoria foi vencida por “Indústria Americana”.

“Rocketman” levou os votos da maioria da rede, 32%, e também da Academia.

A melhor direção de arte foi a de “Era uma vez em… Hollywood” para a maioria nas redes, 41%, se confirmou com a entrega da estatueta.

Mixagem de som: 54% cravaram e acertaram “1917”.

Edição de som. 44% acharam que “Coringa” ganharia, mas “Ford vs Ferrari” levou.

O curta-metragem, “The Neighbors’ Window” foi o vencedor nas redes, com 50%, e na Academia também.

Animação em curta teve o favorito nas redes com “Hair Love”, com 65%, também ganhador oficial da categoria.

“Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)” foi o documentário em curta favorito das redes com 73% e foi quem levou mais votos na Academia também.

Sobre os percentuais acima, eles refletem sempre o maior percentual de aposta dos usuários de redes sociais. Foram examinados Twitter (a maioria, em razão da dinâmica da plataforma), Facebook, Instagram e YouTube. 

Mais:

 Mulheres dominaram nas menções nas redes.

Sudeste foi maioria.

Cada pontinho é um @, cada nó é um cluster. Alguns usuários geram muita conversa em torno de si. É o que chamamos de viralização. O pontinho amarelo circulado é a @petracostal – que não ganhou a estatueta mas que teve seu nome mega citado nas redes


Gostou? Curte e compartilha 😉

comments

A gente encontra o que você precisa.

Contrate já!