Com a pandemia, os serviços de pedidos de refeições por aplicativos, as chamadas plataformas de delivery, estão mais presentes no nosso dia a dia. Levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), mostra que o setor de alimentação quase dobrou no começo de 2021.

Como um todo, o FoodService é 2,9% do PIB do país. O delivery é uma pequena fatia deste setor de alimentação que engloba restaurantes, bares, lanchonetes, mercados etc. Movimenta cerca de R$ 215 bilhões por ano. 

O monitoramento digital feito de 1 a 15 de março de 2022 pelo TORABIT mostra como anda a comunicação das principais marcas de delivery no país. O objetivo foi entender o que o público fala sobre os serviços de entrega de alimentos e qual é o desempenho de cada aplicativo nas redes sociais. 

Foram monitoradas e analisadas as seguintes plataformas: iFood, Rappi, Uber Eats (que encerrou o serviço de entregas de refeições no Brasil no dia 7 de março), Aiqfome, 99 food, James Delivery e apptite.

Analisou-se a conversa dos usuários em redes do universo que envolve delivery de comida e com isso foi possível chegar no volume de menções, nas hashtags mais utilizadas, nos perfis de maior influência e no sentimento da opinião pública na esfera digital sobre o assunto.

MARCAS MAIS FALADAS 

O iFood é a marca mais falada nas redes entre todas que realizam delivery de comidas (83,2%). Com 39.920 menções espontâneas, nesta quinzena analisada, seu nome se destaca também por ser uma das patrocinadoras do BBB22. 

Rappi (9,2%), Uber Eats (5,5%), aiqfome (1,8%) seguem o iFood que também é o aplicativo mais utilizado.

NUVEM DE TERMOS 

Em uma Nuvem de Termos, cada palavra exibe, conforme seu tamanho, a mesma proporção que seu aparecimento no universo de busca. 

Nota-se que iFood tem amplo destaque e é o termo mais citado entre os usuários. Curioso também notar que a tag Rappi Brasil é a quarta mais citada, porém, não chega perto da proporção de sua rival. 

Também nesta nuvem é possível ver que os temos podem revelar o comportamento do usuário, como: Entrega (facilidade), Madrugada (hábito se consumo do delivery), Hoje, Diálogo, Restaurante, Lugar e Pedido.

ASSUNTOS MAIS FALADOS 

O assunto mais comentado nas redes é Cupom de Desconto (25,4%). São pessoas comentando, dando dicas ou relatando suas experiências com cupons. 

Seguem assuntos que possuem uma grande incidência de reclamações e críticas relacionadas ao serviço de delivery. São eles: Aplicativo (22,4%), Pedido (20,8%), Entrega (12,5%) e Entregador (12,1%).

CATEGORIAS DE ALIMENTOS MAIS FALADAS 

Foi realizado o levantamento dos pedidos mais desejados entre os usuários nas redes sociais. Doce (40,2%) é o alimento mais popular entre os brasileiros no período analisado. Encontram-se nesta categoria churros, sorvete, tortas etc. 

Pizza é o alimento salgado mais comentado entre os usuários  (28,7%), seguido por Hamburguer (14,6%). 

Marmita (7,9%), pedida muito no horário do almoço, é o quinto tipo de pedido mais comentado entre os usuários. 

https://twitter.com/mymzambon/status/1503476441148706821

INFLUENCIADORES

Os veículos de mídia são os que mais citam o assunto delivery, como mostram as listas abaixo. Entre as empresas com maior interação com o universo do delivery, iFood está na frente seguida por influenciadores nas mídias sociais e marca como a do Rappi

MAIS SEGUIDORES              

MAIS INTERAÇÕES

GÊNERO E HORÁRIOS DE ENGAJAMENTO 

O TORABIT identificou, segundo as menções e comentários coletados, que as mulheres (51,9%), publicam mais menções do que os homens (48,1%) sobre o tema.

O engajamento começa bem próximo da hora do almoço (meio dia) e tem uma queda nas menções entre as 22h e zero hora. 

REGIÕES E REPRESENTAÇÃO DE PÚBLICO

As regiões que puxam essas menções são São Paulo (25,7%), Rio de Janeiro (24%), Minas Gerais (8,7%).

GRAFO DE MENÇÕES 

No grafo de menções,  iFood e Rappi possuem influência no universo de menções sobre Delivery. Nota-se também a presença de tuítes que viralizaram, casos engraçados envolvendo os aplicativos de entrega de comida, confira:

Quer falar com o nosso time sobre o seu projeto de monitoramento?
Envie um e-mail para contato@torabit.com.br

compartilhe:
Torabit

Publicado no dia 16 de março de 2022