Planos de saúde estão entre as três principais necessidades do brasileiro, aponta pesquisa da Associação Nacional das Administradoras de Benefícios (ANAB). A demanda pelos serviços só fez aumentar durante a pandemia da Covid-19. Desde de 2021 que o número de entradas é superior ao número de saídas, mostrando a importância que o brasileiro dá à saúde. O desejo de obter um plano fica somente atrás da casa própria e de uma boa educação.

Pensando em um mercado em ampla expansão e com forte demanda, o Torabit realizou um estudo sobre tudo o que é falado sobre Planos de Saúde e Convênio Médico nas redes sociais. O objetivo é entender as particularidades do cenário e conferir o sentimento do público em relação ao tema. Foram analisadas 9.193 menções do Twitter, Facebook, YouTube e Instagram na primeira metade do mês de abril (01/04 à 18/04).

Para a análise de perfil, foram monitorados os planos de saúde tradicionais, assim como os novos, que segundo a ABRAMGE (Associação Brasileira de Planos de Saúde), despontam no mercado. São eles: SulAmérica, NotreDame Intermédica, Prevent Senior, Assim Saúde, UNIMED, GreenLine Sistema de Saúde, Bradesco Seguros (Saúde), Hapvida Saúde, São Francisco Saúde, Amil Assistência Médica, Allianz, Medical Health, Kipp Saúde, Porto Seguro Saúde, QSaúde e Trasmontano Saúde. 

Entender a comunicação do setor é instrumento para atuação estratégica e assertiva dentro do mercado. Para isso, foram analisados os assuntos mais falados, gênero, horário com mais publicações, localidade, principais tags, principais influenciadores, assuntos virais e toda particularidade na comunicação de convênios médicos brasileiros na primeira metade de abril nas redes sociais.

Convênios mais citados 

No mês de abril diversos tuítes virais fizeram com que a Sul América representasse mais da metade das menções (53,8%). Porto Seguro (14%), Allianz (8,2%), Amil (7,2%), Bradesco (6,3%) e Unimed (5,2%) são outros convênios que aparecem com mais quantidade de menções.

Hapvida Saúde, Prevent Senior, Assim Saúde, NotreDame Intermédica, Transmontano Saúde, CNU, QSaúde e Kipp Saúde somados representam 5,3% das menções. São convênios que foram citados mas possuem menor presença digital em comparação com as de outros planos.

Sentimento por Convênio 

O alto sentimento negativo em relação a SulAmérica (81%) aconteceu por conta de denúncia do de um influenciador no YoTube que, após acidente, necessita de uma placa de R$ 100 mil para cirurgia na cabeça. O processo de aprovação do valor da placa pela Sul America está em tramitação, mas o assunto foi politizado e viralizou, aparecendo outros influenciadores para ajudar na divulgação do caso. Assim, além dos 81% negativos, o sentimento da SulAmérica no mês de abril foi de 10% positivo e 9% neutro (confira os tuítes). 

Porto Seguro possui mais menções positivas (55%) que negativas (21%), mostrando boa presença digital no mês, assim como o convênio do Bradesco, que possui também maior número de menções positivas (53%) que negativas (23%).  

Rede e Sentimento

Em se tratando de um mercado que apresenta complicações burocráticas, o sentimento foi predominantemente negativo no volume total de menções no mês (57,5%), devido ao volume de críticas aos convênios e à viralização da crítica contra a SulAmérica. 

Menções positivas (24,2%) vieram de postagens institucionais das próprias marcas, elogios e agradecimentos de usuários que ajudam a construir credibilidade. Menções neutras (18,3%) foram formadas por brincadeiras, comentários e notícias sem julgamentos de valor. 

A rede mais utilizada na comunicação de convênios médicos na primeira metade do mês de abril foi o Twitter (70,4%), por ser o canal mais utilizado para denúncias e pela liquidez de postagem e compartilhamento. Em segundo lugar vem o Facebook (25,9%), rede social utilizada para a comunicação entre marcas e usuários. YouTube (2,7%) e Instagram (1,1%) também aparecem, porém, não são as redes mais utilizadas no seguimento. 

Nuvem de Palavras

Na nuvem de palavras vê-se a presença dos termos mais presentes no universo de pesquisa referente a convênios médicos. O tamanho da palavra é proporcional ao seu aparecimento no universo de busca. Tags em relação à denúncia da SulAmérica aparecem com força na nuvem, como Sulamerica, Tvhdozzy, Placa, 100 mil, Neurocirurgião e Colocar. Nota-se, porém, a presença de termos relacionados a outros assuntos, como Saúde, Cliente, Empresa, Materiais, Atendimento, Contato e Hospital

Nuvem de Hashtag

Na nuvem de Hashtags vê-se em destaque o movimento #DesmonetizaGabrielMonteiro, ação da Sleeping Giants Brasil contra o vereador do Rio de Janeiro Gabriel Monteiro, acusado de crimes e em processo de cassação. A ação da Sleeping pede a desmonetização do canal de Gabriel, que ainda conta com o anúncio da Amil no YouTube.

As demais Hashtags, em sua grande maioria, são usadas pelos perfis oficiais das marcas em postagens, como #portoseguro, #portoday, #porto, #assimsaude e #amil.

Principais Assuntos

No quesito relativo aos assuntos tratados, percebe-se que o universo de planos de saúde é muito restrito entre os canais oficiais e o consumidor, porém, no início do mês de abril a denúncia envolvendo o YouTuber e a SulAmérica viralizou, rompendo esta bolha. O assunto representou 71,6% das menções sobre convênios. 

Plano de Saúde (8,1%), Atendimento (6,6%), Retorno (2,7%) e Consulta (1,9%) são assuntos recorrentes entre os internautas que acessam as fanpages oficiais ou que falam sobre convênios nas redes sociais. 

Percebe-se que Reclamação (5,1%) é o terceiro assunto mais presente e Agradecimento (1%) é o último, mostrando o comportamento do usuário que busca reclamar sobre os convênios na internet.

Denúncias de propagandas da Amil vinculadas ao Gabriel Monteiro (1,8%) também entraram no radar de menções, mostrando como o cenário de planos de saúde pode ser politizado contra ou a favor de figuras públicas.

Plano – 

Atendimento – 

https://twitter.com/portoseguro/status/1515355518390480896

Reclamação – 

Consulta – 

Desempenho dos perfis oficiais 

Twitter – 

O Twitter se destaca por ser um forte canal de interação com seu público e por ser local de denúncias. Os perfis com mais seguidores são: Porto (32 mil), Bradesco (18 mil), SulAmérica (15 mil), Prevent Senior (11 mil), Amil (8,8 mil) e UNIMED (5,3 mil). 

Facebook – 

O Facebook é a rede social em que as marcas possuem mais seguidores e é uma rede eficaz para a comunicação com seu público de maneira direta. As fan-pages com mais seguidores são: Allianz (3,8 milhões), Bradesco Seguros (1,5 milhões), Porto Seguro (1,4 milhões), SulAmérica (1,3 milhões), Hapvida (1,2 milhões), UNIMED (763 mil) e Amil (375 mil). 

Instagram- 

O Instagram é a rede social com menor volume de menções. Os perfis com mais seguidores são: Hapvida (197 mil), UNIMED (132 mil), Bradesco Seguros (122 mil), SulAmérica (89 mil), Prevent Senior (67 mil) e Amil (50 mil). 

Análise de Perfíls 

Os perfis com mais seguidores a comentar sobre Convênios e Planos de Saúde foram o do Estadão, com uma publicidade editorial do Bradesco Seguro (Saúde) e os próprios perfis das seguradoras, como Allianz, Bradesco, Porto Seguro e SulAmérica. O perfil do programa da Globo, Bem Estar, também fez publicação referente ao Bradesco.

Nota-se que os perfis com mais interações são os envolvidos com a polêmica da SulAmérica, como o de Ozzy Retum Real, Kim D. Paim e Marcos Falcão. Porém, de maneira positiva, vê-se os perfis da Amil e da Porto Seguro com forte interação com seus usuários, sendo ótimos canais de comunicação e atendimento. 

Perfil do Público (mapa, hora e gênero)

O universo de pessoas que falaram sobre convênios médicos no Brasil é formado em grande parte pelo público masculino (63,1%). A maior quantidade de menções encontra-se nos estados de São Paulo (35,6%), Rio de Janeiro (22,1%), Minas Gerais (7,7%), Paraná (4%) e Distrito Federal (3,7%). Os horários com maior volume de menções entre os usuários foram às 11h, 17h e 20h. 

Grafo de menções

O grafo de menções apresenta o volume e a repercussão de publicações referentes aos planos de saúde nas redes sociais. 

Nota-se que é um universo bem restrito, tendo protagonismo somente algumas empresas, como Unimed, Bradesco, Amil e Porto Seguro. A grande quantidade de interações (cada ponto  no grafo é um perfil) mostra o bom trabalho de atendimento que as marcas fizeram com seu público nas redes sociais.

A repercussão da polêmica envolvendo a SulAmérica e o pagamento de uma placa cirúrgica de 100 mil reais é bem visível nas conexões em vermelho. É interessante constatar a força que o assunto tomou, devido ao ataque de perfis à instituição e o tom polítizado da denúncia.

https://twitter.com/TVHDOzzy/status/1513609287939072005
https://www.instagram.com/p/CcSzfg4PHQf/

compartilhe:
Torabit

Publicado no dia 24 de abril de 2022