Nova funcionalidade Torabit

 A primeira novidade do Torabit para 2019 é o lançamento de mais um gráfico para facilitar a análise do monitoramento das redes sociais. O gráfico Tipo x Assunto é a nova opção para correlacionar dados e gerar análises diferenciadas no nosso módulo de monitoramento (social listening).

Como utilizar o gráfico:

  • Ao acessar a área de qualificação de menções na Torabit, você irá visualizar um novo ícone no header. O ícone se refere ao gráfico com dados do monitoramento feito para melhorar as suas análises.

  • Ao clicar no ícone das bolinhas você verá se abrir uma tela para selecionar os Tipos e os Assuntos que você deseja cruzar para realizar a análise das menções.

  • Nessa tela você poderá escolher os Tipos (até 5) e os Assuntos (até 20) que deseja cruzar para realizar uma análise.
  • Ao passar o mouse por cima da bolinha é possível ver a porcentagem de relevância, ou seja, de menções, dentro daquele tipo.
  • Nesse gráfico gerado (acima), você pode verificar que a Americanas se destaca no volume de menções quando o assunto é Telefonia, Moda, Livros e Games. Já Casas Bahia, por exemplo, é a mais citada quando a temática se refere aos produtos eletrônicos.
Gostou? Curte e compartilha 😉

Maioria dos veículos de mídia online perde engajamento em agosto

Oito entre os doze veículos online analisados em agosto de 2017 tiveram queda na taxa média diária de engajamento nas redes sociais. Dois deles mantiveram a mesma taxa: Estadão e IstoÉ. Somente dois conseguiram aumentar sua taxa: o Valor Econômico, que cresceu 17,65%, e o portal Terra, que ganhou 5,13% na taxa. Na parte das quedas, o campeão foi o UOL: perdeu 15,3%, seguido por Veja, com queda de 14,19%.

O gaúcho Zero Hora manteve a liderança na taxa média de engajamento diário nas redes sociais, com marca de 3,37%, quase um por cento abaixo da taxa conseguida no mês anterior.

O Estadão, com 3,05%, a mesma taxa do mês anterior, manteve-se estável tanto em segundo lugar quanto na taxa média, a mesma de julho.O terceiro lugar continua com o UOL, na base de 2,17% de taxa média.

Em relação a cada rede, as maiores taxas de engajamento são as seguintes: no Facebook o UOL continua engajando mais, com 4,84% de taxa. No Twitter, o UOL também lidera, com taxa de 0,44%. No Instagram é o Zero Hora, com 7,78%.Como de praxe, tem sido o bom desempenho no Instagram que mantém o Zero Hora em primeiro lugar, com taxa média de 8,10% em agosto.

Em quantidade de seguidores nas plataformas, o R7 continua líder absoluto com 13,2 milhões de fãs no Facebook, seguido pelo UOL com 7,8 milhões. No Twitter, a liderança é da Veja, com mais de 7,9 milhões de seguidores, seguida pela Folha, com mais de 5,9 milhões.

No Instagram, o líder também é o R7, com 1,8 milhão de seguidores, acompanhado em segundo lugar por O Globo, com quase 820 mil seguidores.

Outro dado a notar em agosto é o do crescimento do UOL no Facebook. Foi quem mais cresceu na plataforma em número absoluto (+77.127 mil fãs) e também em número percentual (quase 1%).

Gostou? Curte e compartilha 😉

Zero Hora mantém a liderança; Exame conquista o segundo lugar

Com 2,95% na média da taxa diária de engajamento nas redes sociais, o gaúcho Zero Hora manteve sua liderança no mês de março de 2017 entre os doze veículos monitorados pelo Torabit.

A surpresa ficou por conta da Exame, que conquistou o segundo posto, com 2,91%, um pouco acima do Estadão (2,74%).

Até o mês passado, havia mais de 12 meses, era o Estadão que vinha dividindo a liderança com Zero Hora.

Como de costume, foi o bom desempenho no Instagram que o puxou o Zero Hora para o primeiro lugar – a taxa média diária nesta rede foi de 6,12%, a maior entre os pesquisados.

Embora com desempenho fraco no Instagram (0,88%), Exame apresentou uma excelente taxa média no Facebook, 7,77%, a maior entre os doze, Exame já havia surpreendido no mês anterior ao conquistar o terceiro lugar.

Mas o veículo que mais fez crescer sua taxa de engajamento, apesar de não ter página no Instagram, foi o Valor. Fez subir em mais de 82% sua taxa de fevereiro para março. A taxa média mensal pulou de 0,17% para 0,31%.

O segundo que mais cresceu foi o UOL com desempenho quase 38% maior de fevereiro para março. Veio de 1,32% para 1,82%.

Quem mais teve queda na taxa foi a Folha, que caiu de 1,89% para 1,23%, perdendo quase 35% na taxa média mensal.

Se a Exame foi a campeã no Facebook, o melhor desempenho no Twitter foi o do UOL, com 0,55% de taxa média.

No Instagram, o destaque fica para o Zero Hora, com 6,12%.

Gostou? Curte e compartilha 😉

Zero Hora é o campeão em 2016; O Globo cresce mais em dezembro

Com taxa média diária de 3,38% de engajamento nas três principais redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), o veículo online gaúcho Zero Hora fechou o ano de 2016 na frente dos seus concorrentes e, ainda, com a maior quantidade de conquistas mensais: seis contra cinco do Estadão.

O Estadão fechou o ano em segundo lugar. Ficou cinco meses na frente e atingiu 3,22% na taxa média em dezembro. A disputa entre Zero Hora e Estadão foi bastante competitiva desde o primeiro mês de 2016. Em setembro, ambos empataram na taxa média. Em dezembro, o Zero Hora manteve a liderança e fechou a conta.

A reação do Zero Hora deu-se a partir do mês de outubro sustentada em especial para as taxas diárias no Instagram, fator de desequilíbrio contra todos os seus concorrentes em geral embora um pouco abaixo do Estadão em dezembro.

Há mais novidades em dezembro: O Globo foi o veículo online que mais cresceu no mês, 23%, também com investimento nos trabalhos no Instagram.

Outra conquista notável foi o segundo lugar do UOL na quantidade de fãs no Facebook. O decano na internet brasileira atingiu a barreira dos 7 milhões de fãs, ultrapassando a Veja e assegurando o segundo posto atrás do R7, firme na liderança com quase 13 milhões de fãs.

No Twitter, Veja continua a campeã de seguidores com 7,4 milhões.

No Instagram, a liderança é do R7, com 1,6 milhão de seguidores.

Em relação à taxa de engajamento em cada rede, continua chamando a atenção o desempenho do UOL tanto no Facebook quanto no Twitter onde é o primeiro com 5,97% e 0,38% respectivamente.

No Instagram, o Estadão fechou o ano na frente com 6,11% de taxa média diária.

Gostou? Curte e compartilha 😉

Zero Hora segura a ponta do engajamento nas redes sociais

Com 3,94% na taxa média diária de engajamento nas redes Facebook, Instagram e Twitter, o gaúcho Zero Hora segurou a liderança no mês de novembro.

O Estadão manteve o segundo lugar, com 2,80% na taxa média diária, enquanto o UOL também repetiu o terceiro lugar, com 2,39%. Tanto Zero Hora quanto o Estadão garantiram os dois primeiros lugares com a ajuda do Instagram, onde alcançaram taxa média diária na ordem de 8,01% e 5,19%, respectivamente, o que “puxou” a taxa média geral de ambos para cima.

A disputa entre Zero Hora e Estadão tem sido ferrenha desde o início do ano. Em dez meses, Estadão esteve à frente cinco vezes e Zero Hora idem. Houve empate em setembro. Falta um mês para ver se algum deles se sairá melhor neste ano no trabalho diário de engajamento de seus leitorados nas redes sociais.

Entre os onze veículos online pesquisados, o que mais cresceu no mês de novembro em relação a outubro foi O Globo, com um impulso de 66% a mais na taxa. Mas a sua taxa diária média de 1,23% o coloca na oitava posição do ranking. Garantiram boas taxas de crescimento no mês também os veículos Folha (37%), R7 (27%) e Veja (23%). Só quatro veículos caíram na comparação entre novembro e outubro: Zero Hora e Estadão (ambos perderam 1%) e Valor e Época com quedas de 7% e 2%, respectivamente. Em se tratando da quantidade de fãs e seguidores, a situação do líder segue inalterada com o R7 bem à frente de seus competidores, com 12,7 milhões de fãs no Facebook . Veja mantém o segundo lugar com 6.878.011 fãs registrados em novembro. No entanto, vem sendo ameaçada pelo UOL, que finalizou o mês com 6.855.161 fãs no Facebook. No Twitter, Veja segue a campeã de seguidores com 7,4 milhões. No Instagram, a liderança também é do R7, com 1,6 milhão de seguidores. Em relação à taxa de engajamento em cada rede, chama a atenção o desempenho do UOL no Facebook e no Twitter onde é o primeiro com 5,47% e 0,37% respectivamente. No Instagram, o Zero Hora segue na frente.

info-veiculos-novembro

Gostou? Curte e compartilha 😉

Giraffas tem ótimo desempenho no Twitter e empata com o Subway na média da taxa de engajamento

Um desempenho extraordinário no Twitter, cuja rede foi inteligentemente usada pela Giraffas em junho (provavelmente porque “surfou” em assuntos quentes de cada dia, como entrar na disputa de memes entre Portugal e Brasil – #segundaguerramemeal), fez com que o fast food brasileiro empatasse com a rede americana Subway na média da taxa de engajamento em junho. Esta taxa mede as ações dos restaurantes no Facebook e no Twitter. Subway caiu da média de 0,34% em maio para 0,27% em junho. A façanha do Giraffas foi crescer da média de 0,25% para 0,27%, empatando com Subway.

O efeito maior do Giraffas nas redes em junho aconteceu no Twitter, onde ele pulou de uma taxa de 0,04% em maio para 0,41% em junho – um salto de 925%.

O McDonald’s, a marca mais valiosa entre os fast foods de todo o mundo, segue como o campeão de seguidores quando comprado a seus competidores. É o líder tanto no Facebook (65,5 milhões) quanto no Twitter (388 mil) no Brasil. O desempenho (medido pelo engajamento) do McDonald nas redes sociais, dado o alto volume de seguidores, é muito bom: 0,17% no Twitter; 0,24% no Facebook e média de 0,21% na taxa mensal de junho – o que o coloca em terceiro lugar.

A taxa de engajamento mostra a relação direta da audiência conquistada em cada plataforma social versus o aproveitamento dela a partir dos posts da página, ou seja, o quanto os seguidores da página interagem com as postagens ofertadas. Nos meses analisados, a rede Bob’s pouco postou em suas páginas nas redes, fazendo com que sua taxa de engajamento beirasse a zero.

info-fast-food-062016

Por enquanto, em relação às cadeias de fast food, o Torabit divulga as taxas de duas das principais redes: Facebook e Twitter.

Para calcular a taxa de engajamento, o Torabit utiliza uma fórmula bastante simples. A equação é composta pela soma de ações que os internautas fazem em cada rede (curtem, comentam ou compartilham) multiplicada por cem e dividida pelo número de seguidores da cadeia de fast food ao final de cada mês. O resultado, em percentual, é o índice de engajamento em cada rede.

Para compor o índice final, o Torabit calcula a taxa média, nada menos do que a soma das taxas obtidas por cada fast food dividida pela quantidade de redes – duas, neste caso.

O resultado, em percentual, permite comparar qual bloco de internautas é mais ou menos engajado em relação aos concorrentes de qualquer um dos fast foods.

Gostou? Curte e compartilha 😉

Único a crescer, Zero Hora volta ao topo em junho.

 

O jornal gaúcho Zero Hora voltou a liderar a taxa média de engajamento nas redes sociais em junho, computados os resultados do Facebook, Twitter e Instagram. Ele desbancou o Estadão que desde novembro do ano passado (quando começaram as medições) vinha se mantendo à frente, exceto em fevereiro – e agora em junho.

O Zero Hora também foi o único entre os onze veículos online analisados que cresceu no mês. Atingiu 2,53% na média do engajamento. A rigor, manteve-se equilibrado no Facebook e no Twitter, mas cresceu no Instagram, que puxou seu índice médio e o fez ultrapassar o do Estadão.

Todos os outros perderam rendimento. Enquanto o Zero Hora cresceu 10% no total, o Estadão caiu 14%. A campeã na queda foi a Veja, que perdeu 35% na sua taxa média de engajamento.

No número de fãs e seguidores, o ranking segue com o R7 disparado na frente no Facebook , com quase 12,1 milhões de fãs. No Twitter o líder é a Veja, com 7,1 milhões de seguidores.

O infográfico deste mês traz todo o detalhamento do desempenho de cada veículo bem como seu tamanho nas redes.

Mostra também que no Facebook e no Twitter o campeão de engajamento é o UOL, com taxas de 3,28% e 0,49%, respectivamente. A rede que tem desbalanceado e puxado tanto Zero Hora quanto o Estadão para o topo da média é o Instagram. Nela, o UOL alcançou apenas 0,82%, na taxa de engajamento de junho enquanto o Estadão atingiu 4,40% e o Zero Hora 4,45%.

A média de engajamento se refere às redes Facebook, Twitter e Instagram.

Curiosidades que não aparecem no infográfico revelam alguns dados importantes sobre a relação dos internautas com os veículos. O UOL, por exemplo, foi o veículo que publicou mais posts no Facebook no mês: 3.327. Foi também o que obteve a maior quantidade de curtidas: pouco mais de 5 milhões. Já o R7 foi o veículo que teve mais comentários nos seus posts: 360.764.

 

info-veiculos-junho2

Gostou? Curte e compartilha 😉

Zero Hora sobe no ranking e supera o Estadão

O Índice Torabit de fevereiro, que mede a taxa de engajamento dos leitores de portais e jornais nas redes sociais, traz como novidade que o fato do jornal gaúcho Zero Hora ter passado à frente do Estadão na média de engajamento nas redes no mês. O Estadão liderava desde novembro.

O jornal Zero Hora fechou fevereiro na ponta com 2,73% de média na taxa de engajamento enquanto o Estadão recuou para o segundo lugar, com 2,29%.

A taxa de engajamento mensura a quantidade de ações realizadas pelos internautas com os conteúdos das páginas de jornais e portais nas redes sociais e que são divulgadas nas suas respectivas homepages.

Essas ações podem ser a de um simples curtir, um esforço maior na publicação de algum comentário ou ainda maior engajamento quando o leitor não só comenta, mas também compartilha determinado conteúdo.

De janeiro para fevereiro, o jornal Zero Hora cresceu 46% enquanto o Estadão recuou 6%. Zero Hora conseguiu taxas de engajamento da ordem de 4,6% no Facebook, 0,32% no Twitter e 3,2% no Instagram.

Entre os veículos pesquisados, a média atingida por eles no Facebook é de 2,48%; no Twitter é de 0,23% e no Instagram 1,53%. Torabit_Fevereio_2016-2

Destaque também para o UOL que cresceu 49% no mês e pulou para o terceiro lugar entre os oito veículos monitorados até aqui.

Novidade desta divulgação é que o Torabit passa a publicar o histórico do índice. Ele começou a ser apurado em novembro de 2015 e um gráfico exibe a movimentação dos veículos a partir daquele mês.

Esta movimentação dá conta do esforço de cada veículo em dialogar e interagir com seu público, em publicar assuntos de interesse do leitor e estabelecer contato permanente contato com ele. Ou seja, o esforço de engajar o leitorado.

Outro dado a ressaltar é que, apesar de ser o campeão de seguidores no Facebook e no Instagram, o portal R7 tem pequena taxa de engajamento, o sexto lugar, com 0,73% de média – metade da média de mercado refletida pelos veículos no mês de fevereiro.

Para calcular a taxa de engajamento, o Torabit utiliza uma fórmula bastante simples. A equação é composta pela soma de ações que os internautas fazem em cada rede (curtem, comentam ou compartilham) multiplicada por cem e dividida pelo número de seguidores de cada veículo ao final de cada mês.

O resultado final é a taxa média, nada menos do que a soma das taxas obtidas pelo veículo dividida pela quantidade de redes – três neste caso.

O resultado, em percentual, permite comparar qual leitorado é mais ou menos engajado em relação aos concorrentes de qualquer um dos veículos.

A próxima divulgação do índice Torabit, em abril, vai ser acrescida também do desempenho nas redes sociais das três principais revistas semanais brasileiras: Veja, Época e IstoÉ.

info-veiculos-2

Gostou? Curte e compartilha 😉

A gente encontra o que você precisa.

Contrate já!